NOTÍCIAS

Zeca volta a vencer e chega à liderança

Era um reencontro cheio de significado na história do São José. Dois anos depois da derrota que fez com que o Zeca, em 2017, não conseguisse o acesso à Série C, o Atlético Acreano voltou ao Passo d’Areia, e desta vez, o São José levou a melhor: goleada por 3 a 0 e a liderança provisória do Grupo B do Brasileiro Série C. Karl, Machado e Tiago Pará marcaram para o Zeca, que chega a 22 pontos, dez jogos sem derrotas e quatro partidas sem sequer sofrer gols. O Zeca tem o ataque mais positivo do grupo.
Se o Zeca brigava pela liderança, os acreanos ocupam a lanterna da competição, e desde os primeiros minutos a equipe comandada por Rafael Jaques tratou de mostrar, em campo, que a diferença na tabela não é à toa. Aos 6 minutos, Cláudio Maradona teve vantagem sobre a marcação, avançou área adentro e chutou com força, acertando a trave. Karl estava atento na pequena área e chegou antes do goleiro ao rebote: 1 a 0.
O Zeca seguia tendo todo o controle das ações e as oportunidades surgiam. Aos 17, Tiago Pedra experimentou de fora da área, e o goleiro teve de fazer uma grande defesa.
Até os 25 minutos, os visitantes praticamente não haviam ultrapassado o meio de campo, mas o cenário mudou a partir daquele momento. Aos 26, Fábio foi obrigado a fazer uma grande defesa no chute de fora da área. No minuto seguinte, o atacante do Atlético conseguiu entrar com liberdade da área e chutou cruzado. A bola passou muito perto do gol.
Era só um susto, e logo o Zeca retomou a iniciativa da partida, Aos 35, Maradona perdeu uma grande oportunidade, ao receber dentro da área cara a cara com o goleiro, que saiu nos seus pés para evitar o segundo gol. Quatro minutos depois, outra vez Maradona apareceu à frente e foi derrubado na área, mas a arbitragem nada marcou. Desde o começo da temporada, o São José ainda não teve nenhum pênalti a seu favor.
“Tivemos um começo de jogo muito bom, de imposição, mas a partir da metade do primeiro tempo, falhamos na recomposição defensiva do nosso setor ofensivo, e isso acabou criando espaços para o Atlético, que é um time com qualidade e muito bem treinado. Precisávamos mudar essa atitude se quiséssemos confirmar a vitória”, explicou, ao final da partida, o técnico Rafael Jaques.
Entrou Éverton  Júnior no lugar de Maradona, e outra vez a arrancada do segundo tempo foi marcada pela pressão do Zeca. Aos 3 minutos, Tiago Pará soltou a bomba e o goleiro fez grande defesa. Cinco minutos depois, Karl iniciou a jogada pelo lado direito, serviu Matheusinho, que rolou, com açúcar, com afeto, para Machado chutar com toda a tranquilidade no cantinho e marcar o 2 a 0.
Aos 13, em outra grande jogada, Karl serviu a Éverton Júnior, que chutou rasteiro, a bola passou raspando. Aos 27, outra vez Tiago Pará tentou de longe e o goleiro buscou. Aos 30, outra vez Éverton Júnior apareceu com liberdade na grande área e chutou cruzado. Matheusinho jogou-se na bola e, inacreditavelmente, não botou para dentro do gol sem goleiro.
Na terceira tentativa de chute de fora da área, aos 46 minutos da etapa final, finalmente Tiago Pará acertou o alvo. Tirou do goleiro para marcar o 3 a 0 para o Zeca.
“Eu exalto acima de tudo o grupo de jogadores, que fez mais uma grande partida coletiva. Chegamos aos 22 pontos e já garantimos, pelo menos, a permanência na Série C em 2020, mas queremos mais. E temos a consciência de que este grupo de jogadores pode muito mais. Mass seguimos pensando jogo a jogo, como temos feito até aqui”, disse Rafael Jaques.
O Zeca volta a campo às 18h de domingo, dia 28, contra o Juventude, em Caxias do Sul.

NOTÍCIAS


APOIO

SIGA O ZECA