NOTÍCIAS

Estreia com vitória e superação no Gauchão Sub-20

Foi na base da raça e da superação que o São José arrancou, em Soledade, a vitória na estreia do Gauchão Sub-20, na tarde deste domingo. Com o placar de 2 a 1 favorável desde o primeiro tempo, o Zeca precisou mais do que a qualidade técnica para superar a pressão dos donos da casa. Acabou o jogo com dois jogadores expulsos e o goleiro Seberi ainda defendeu uma cobrança de pênalti na etapa final. 
Logo aos 3 minutos o São José abriu vantagem no placar. Na cobrança de escanteio, Gabriel apanhou o rebote dentro da área e completou para a rede. O gol deu alguma tranquilidade ao time mas, aos poucos, o Soledade avançava e criava perigo. Foi assim que, aos 24 minutos, aconteceu o empate. Depois do cruzamento na área, o atacante teve liberdade para concluir sem chances de defesa para Seberi.
Aos 33, no entanto, o São José deu mais uma amostra da sua superioridade no jogo. O centroavante Lorenzo fez a jogada de pivô e serviu Tcharles, na cara do gol. Ele chutou e o goleiro fez grande defesa, mas o rebote sobrou para o próprio Tcharles, que completou para  o 2 a 1.
Após o intervalo, o Soledade partiu para cima e, em uma dessas investidas, o zagueiro Marco acabou cometendo pênalti. Ele já tinha cartão amarelo, levou o segundo e acabou expulso. Aí, uma tradição do São José entrou em campo. O goleiro Seberi voou para a bola e defendeu.
 O desperdício da penalidade deu ainda mais nervosismo aos donos da casa e aumentou a fervura do jogo. Em meio à tensão, houve um empurra-empurra e o árbitro expulsou Gabriel e um dos atletas do Soledade.
Então a estratégia do Zeca mudou. O técnico Rafael Porto organizou a equipe em duas linhas de marcação e esperou a pressão do Soledade, que aconteceu, mas sem efetividade.
O São José volta a campo no próximo sábado, desta vez no Passo d'Areia, para enfrentar o Brasil, de Pelotas, na segunda rodada do Gauchão Sub-20.

Imagem: Divulgação/Soledade

NOTÍCIAS


APOIO

SIGA O ZECA