NOTÍCIAS

Zeca garante empate no Acre

Foi na superação, até os último minuto. Depois de cruzar o país e viajar praticamente 24 horas na véspera da partida, o São José foi gigante no Acre e, aos 43 minutos do segundo tempo, garantiu o empate em 2 a 2 com o Atlético-AC no começo da noite deste domingo, pela quarta rodada do Brasileiro Série C. O centroavante Luiz Eduardo marcou seu primeiro gol com a camisa do Zeca e Karl deu números finais ao jogo. Depois de três jogos fora de casa nas quatro primeiras rodadas da competição, o São José chega aos 5 pontos, e ocupa a 5ª posição no Grupo B.
Mesmo jogando fora de casa, quem teve a iniciativa, e as melhores oportunidades para marcar, durante todo o jogo, foi o Zeca. Logo nos primeiros cinco minutos de partida, foram três chances para marcar com Karl, Luiz Eduardo e Maradona, e a bola acabou punindo. Aos 11 minutos, os donos da casa tiveram a primeira oportunidade do jogo. Na cobrança de uma falta, Polaco abriu o placar.
O gol estremeceu um pouco a organização da equipe comandada por Rafael Jaques, mas ninguém se abalou. Em pouco tempo, o domínio voltava a ser do Zeca. E as oportunidades, outra vez, se acumularam. Primeiro, com Tiago Pedra chutando de dentro da área. Depois, Rafael Tavares cruzou, mas Luiz Eduardo não alcançou. Até que, aos 32 minutos, tanto volume de jogo resultou em gol.
Márcio Lima levou a melhor contra a marcação e cruzou para Luiz Eduardo. O centroavante estava no lugar que o 9 precisa estar. Ele concluiu duas vezes para marcar o gol de empate, seu primeiro com a camisa do Zeca. E por muito pouco, em cabeçada de Rafael Goiano, o jogo não virou com o São José à frente no placar.

GALERIA DE IMAGENS

Veio a segunda etapa, e quem pensou que o desgaste da viagem da véspera derrubaria estes guerreiros, se enganou. Os donos da casa tentaram aumentar a velocidade do jogo, mas quem levava perigo, mais uma vez, era o São José. Aos 10 minutos, foram duas grandes chances para marcar. Primeiro com Matheusinho, e na sequência com Luiz Eduardo.
Só aos 16 minutos o Atlético voltou a levar perigo, para defesa de Fábio. É que o jogo parecia se encaminhar para a virada. Cláudio Maradona atropelava seus marcadores, mas pecava nas finalizações. Aos 27, ele teve uma grande oportunidade, e outra vez a bola passou perto.
O desgaste, porém, era inevitável. Rafael Jaques fez as três modificações, com as entradas de Israel, Éverton Júnior e Machado. E mais uma vez, o Atlético encontrou seu gol. Aos 32 minutos, Stênio completou um cruzamento na área para fazer 2 a 1.
Aí, pesou um diferencial:
“A valentia dos jogadores fez toda a diferença. Eles passaram por cima do desgaste e buscaram o gol o tempo inteiro. Criamos muitas oportunidades e o empate foi muito importante para nós. Somamos e seguramos um dos rivais”, valoriza Rafael Jaques.
O prêmio pelo empenho veio aos 43 minutos, quando Karl recebeu na intermediária e soltou a bomba: golaço! Empate em 2 a 2, o segundo fora de casa nesta competição.
O Zeca agora entra na semana dos 106 anos, a serem completados na sexta-feira. O presente, quem ganha é o torcedor. Que tal se tornar um Zeca Fiel? Baixa logo o app do Zeca ou baixar no site o sócio-torcedor para garantir teu lugar em todos os jogos no Passo durante a Série C.
No sábado, o Zeca encara o Juventude no segundo clássico entre os gaúchos nesta Série C.

(Imagem: Manoel Façanha)

NOTÍCIAS


APOIO

SIGA O ZECA